Começa o verão: Um alerta sobre temperatura de servidores

Começa o verão: Um alerta sobre temperatura de servidores

Em 21 de dezembro começa o verão e, com ele, a estação de altas temperaturas.
Já relatamos em outras postagens que nos meses de outono e inverno nossos relatórios de chamados ao suporte evidenciam baixíssimo volume de chamados referentes a temperatura.
Ou seja, durante as estações frias são raros os usuários que abrem chamados por indicação de beeps do servidor, alertas térmicos ou avaliação do nosso atendente técnico (com base na anamnese).
Solução Térmica Intel
Então chega o verão...
É importante dividirmos essas informações com nossos usuários e alertá-los para o fato de que um servidor não pode alarmar no verão e NÃO alarmar no inverno!
Afinal, se um datacenter, CPD ou sala de servidores possuem, de fato, controle de temperatura, essa será sempre a mesma (internamente), seja outono ou inverno, seja primavera ou verão.
Não importa se os termômetros externos estão marcando 40ºC no verão ou 10ºC no inverno! A temperatura interna no datacenter deveria manter-se sempre a mesma (variando conforme a possibilidade de cada um, em geral, de +16ºC a +25ºC).

Reforçamos: Se um parque de servidores passa estável e sem alarmes durante os meses de outono e inverno, é obrigatório enfrentem os meses de verão sob a mesma temperatura ambiente. Não importa a mudança de estação.

Datacenter

Melhorar a refrigeração do Datacenter ou CPD... A hora é agora!
Se os equipamentos apresentaram alertas térmicos durante as estações quentes e se mantiveram estáveis e controlados durante as estações mais frias, esse é um indicativo de que os sistemas de refrigeração do ambiente não foram suficientemente dimensionados para as necessidades térmicas.
Aproveitar a época de temperaturas amenas para providenciar melhorias nos sistemas de refrigeração do seu datacenter, CPD ou sala de servidores é uma ação altamente indicada.
Com temperaturas naturalmente mais baixas é bem mais simples desligar alguns sistemas para realizar melhorias, troca de aparelhos, manutenção, desobstrução, recargas, etc.

Visite Sinco.net

Ferramenta Gratuita: Solarwinds Free Admin Bundle for Active Directory

Ferramenta Gratuita: Solarwinds Free Admin Bundle for Active Directory
A Solarwinds disponibiliza o pacote Free Admin Bundle for Active Directory com ferramentas gratuitas e úteis para analistas de suporte e administradores de rede.
A dica tem como alvo os profissionais que gerenciam ambientes com Active Directory (AD) e precisam manter o ecossistema atualizado e protegido.

Por diversas vezes as empresas precisam preservar objetos inativos por questões de auditoria porém, neste caso, estes devem ser mantidos bloqueados e em uma Organizational Unit (OU) separada das contas que estejam ativas e em produção.

O pacote Admin Bundle for Active Directory conta com 3 ferramentas administrativas que simplificam o gerenciamento do AD.

Inactive User Account Removal Tool – Varre o domínio em busca de contas de usuário inativas, com a opção de removê-las diretamente pela ferramenta. Ainda permite a geração de relatórios em csv.

Inactive Computer Account Removal Tool – Novamente uma varredura no domínio, dessa vez buscando contas de computadores inativas. Como na opção acima, é possível remover as contas e gerar relatórios.

User Import Tool – Ferramenta para criação de usuários em massa que permite, inclusive, a especificação de atributos.
 Solarwinds Free Admin Bundle for Active Directory

A utilização de dá de forma simples. Basta validar as credenciais administrativas do domínio e configurar o período de inatividade dos objetos para obter a lista:

 Solarwinds Free Admin Bundle for Active Directory

No exemplo abaixo, uma busca por computadores inativos desde 01/01/2018

 Solarwinds Free Admin Bundle for Active Directory

Selecionados os computadores, basta clicar em REMOVE ou EXPORT.
No exemplo abaixo a opção de exportar gerará o relatório em CSV:

 Solarwinds Free Admin Bundle for Active Directory

Para obter o Solarwinds Admin Bundle for Active Directory:
https://www.solarwinds.com/free-tools/active-directory-admin-tools-bundle
Página do Fabricante: Solarwinds.com

Essa foi mais uma dica do parceiro Paulo Santanna: Solarwinds Free Admin Bundle for Active Directory

Visite Sinco.net

Referências de Consumo para Servidores Dual Xeon® Scalable Sawtooth

Referências de Consumo para Servidores Dual Xeon® Scalable Sawtooth

Apresentamos as referências de consumo para Servidores Sawtooth baseadas nos processadores Intel® Xeon® Scalable (8-Core / 10-Core / 12-Core / 14-Core / 18-Core com HT).

Além de servir como referência para custos de propriedade, essa informação é fundamental para que o gestor possa dimensionar adequadamente um nobreak, a própria rede elétrica, além de ser uma informação cobrada pelos principais datacenters do país. Lamentavelmente essa referência de consumo é muitas vezes omitida pelos principais fabricantes do mercado brasileiro.

Servidores Sawtooth com Xeon Scalable 4116

Servidores Sawtooth Xeon Scalable

Seguindo a metodologia adotada em ensaios anteriores (ao final dessa postagem publicamos os links para os testes de outras configurações), arbitramos uma configuração e medimos o consumo máximo alcançado pelo sistema completo - com 100% de uso de CPU e varredura total dos discos (em simultâneo ao uso de CPU).

Para medição usamos o Kill-a-Watt Powermeter P4400


Para estressar a CPU rodamos o wPrime Benchmark 2.10 e, em simultâneo ao wPrime, excitamos o uso dos discos rígidos com o HD Tune Pro 5.60.


Alertamos para o fato de que essa carga de trabalho é artificial - uma vez que seria raro um usuário demandar 100% de uso durante as 24 horas do dia - todavia, é uma referência de custo mensal com energia.

Servidores Sawtooth com Xeon Scalable 4116

Configuração BASE
Arbitramos como configuração base a seguinte configuração:
  • Placa Intel® S2600STB (Sawtooth)
  • 02 Processadores Intel® Xeon® Scalable 4116 (12-Core / 48-Threads @ 2.1GHz / TurboMAX 3.0GHz)
  • 160GB de RAM (populados através de 10 módulos de 16GB Kingston® DDR4/2400)
  • 02 SSDs Kingston® de 480GB em RAID-1 (Instalação do S.O.)
  • 04 SSDs Kingston® de 960GB em RAID-5 com Controladora Aceleradora LSI® 9240-8i
  • Fonte Thermaltake PFC Ativo 80+ de 600W
  • Sistema Operacional Windows Server 2016 Standard

Servidores Sawtooth com Xeon Scalable 4116

Simulando carga de trabalho:
Chamamos de Consumo Leve a medição obtida durante o ensaio sob navegação em páginas Web, sem qualquer aplicativo adicional rodando em segundo plano.
Chamamos de Consumo Máximo a medição obtida enquanto os processadores são estressados (uso intenso de CPU) com o auxílio do programa wPrime Benchmark 2.10, em simultâneo à execução do programa HD Tune Pro 5.6 exigindo uso do disco rígido.

 Consumo Leve alcançado: 95 Watts 
 Consumo Máximo alcançado: 217 Watts 

Servidores Sawtooth com Xeon Scalable 4114

Arbitrando o uso constante pelo consumo de PICO, e atribuindo o custo de R$ 1,02 por KWH da Light (distribuidora aqui no Rio de Janeiro - valor comercial com impostos inclusos, em outubro de 2018), teremos:
 Em regime 24/7: em 30 dias teremos R$ 159,36 
 Em regime 12/5 (dias úteis, das 08 às 20hs), em 22 dias úteis teremos R$ 58,43 

http://www.blog.sinco.net/2018/10/consumo-servidores-sawtooth-xeon.html

Esperamos que essas informações ajudem na decisão de compra do seu servidor.
Abaixo publicamos outras medições com modelos variados:

Referências de Consumo para Servidores Dual Xeon® Scalable Sawtooth
Referências de Consumo para Servidores Dual Xeon® E5-2600V4 Cottonwood Pass V4
Referências de Consumo para Servidores Xeon® E3-1230V3 Rainbow Pass
Referências de Consumo para Servidores Xeon® E3-1200V2 Beartooth Pass
Referências de Consumo para Servidores Xeon® E3-1200 Sandy Bridge
Referências de Consumo para Servidores de Virtualização
Referências de Consumo para Servidores de Storage
Referências de Consumo para Servidores Xeon 7400
Referências de Consumo para Servidores Xeon 3400
Referências de Consumo para Servidores Xeon 5500
Referências de Consumo para Servidores Xeon 3300
Referências de Consumo para Servidores Xeon 5400

Começa a primavera: Um alerta sobre temperatura de servidores

Primavera

Em 22 de setembro começa a primavera e, com ela, o início de um ciclo de altas temperaturas.

Analisando nossos relatórios nos meses de outono e inverno, é sempre notória a ausência de chamados referentes a temperatura, ou seja, durante os meses frios do ano, nenhum usuário recorre ao suporte por alertas térmicos.
Solução Térmica Intel BXSTS200C
Então chega a primavera... E depois vem o verão!
Acreditamos que precisávamos dividir essa informação com nossos usuários para alertá-los para o fato de que um servidor não pode alarmar no verão e NÃO alarmar no inverno!

Afinal, se o datacenter, CPD ou sala de servidores possui refrigeração controlada, essa temperatura será sempre a mesma (internamente), seja outono ou inverno, seja primavera ou verão.

Não importa se os termômetros externos atingem +42ºC em janeiro ou -3ºC em julho. A temperatura interna no datacenter deveria, sempre, ser a mesma (variando conforme a possibilidade de cada um, em geral, de +16º a +25º).

Reforçamos: Se um parque de servidores passa estável e sem alarmes durante os meses de outono e inverno, é obrigatório que enfrentem os meses de primavera e verão sob a mesma temperatura controlada. Não importa a mudança de estação.

Datacenter

Melhorar a refrigeração do Datacenter ou CPD... A hora é agora!
Se os equipamentos apresentaram alertas térmicos durante as estações quentes e se mantiveram estáveis e controlados durante as estações mais frias, esse é um indicativo de que os sistemas de refrigeração do DC não foram suficientemente dimensionados para as necessidades térmicas.

Aproveitar essa época de temperaturas ainda amenas para providenciar melhorias nos sistemas de refrigeração do seu datacenter, CPD ou sala de servidores é altamente indicada.

Com temperaturas naturalmente mais baixas é bem mais simples desligar alguns sistemas para realizar melhorias, troca de aparelhos, manutenção, desobstrução, recargas, etc.

Leitura sugerida:
23ºC também é a temperatura ideal para servidores

Visite Sinco.net

Dia da Árvore e TI Verde

Dia da Árvore & TI Verde

Em 21 de setembro é comemorado o Dia da Árvore e essa data evoca a reflexão de assuntos como sustentabilidade, ecologia, efeito estufa e aquecimento global.
Eficiência energética é um conceito que vem demonstrando um crescimento vigoroso na busca por TI Verde nos últimos anos. A boa notícia é que sua empresa, ao militar pela ecologia, acaba impactando diretamente em economia!
Sua empresa pode ser ecologicamente engajada e, ainda assim, reduzir custos no balanço final!
Processadores com consumo inteligente
Há anos que os processadores vêm entregando mais poder computacional para cada Watt consumido.
Além de "processarem mais e consumirem menos", um dos grandes saltos de modernidade que os processadores Intel® Xeon® apresentam é o consumo inteligente. Através desse recurso, os processadores conseguem reduzir drasticamente o consumo quando estão ociosos (buscando o repouso em inatividade) e, por mais que pensemos que nossos servidores são estressados e usados a plena carga, os períodos de ociosidade são frequentes, como em dias e horários com menos movimento, feriados, madrugadas etc.

Consumo eficiente de energia

Usando servidores reais, não desktops!
Muitas empresas ainda operam desktops na função de servidor. Esse cenário apresenta resultados de consumo muito ineficientes. Em geral são equipamentos com processadores destinados à função errada e, por isso, consomem energia de forma inapropriada. Além disso, por serem equipamentos baseados em um design de hardware pensado para a função de desktop, muitos desses equipamentos ainda possuem uma placa de vídeo dedicada. Atualmente é notório que o componente com maior consumo dentro de um equipamento é a placa de vídeo e, sendo o servidor um equipamento sem qualquer necessidade de aceleração gráfica, a placa de vídeo (por mais discreta que seja) é responsável por uma grande fatia de consumo desnecessário.


Além do consumo excessivo e desnecessário, a placa de vídeo contribui negativamente para a dissipação térmica, já que emana uma grande quantidade de calor e, com isso, demanda mais consumo de ar-condicionado para manter o "servidor" com uma temperatura aceitável.

Fontes com PFC Ativo e Certificação 80Plus
Fontes com Certificação 80plus
Fontes com certificação 80plus e PFC Ativo são grandes aliadas para a otimização do consumo de energia e redução de custos com refrigeração.
O parque de servidores com fontes certificadas 80plus é bem grande, todavia, tal qual o exemplo acima das empresas que se utilizam de desktops para a função de servidor, muitos equipamentos não são fornecidos com fontes desse nível e, além de desperdiçarem energia, dissipam uma enorme quantidade de calor.

Simplificando muito a explicação técnica, fontes 80plus entregam, no mínimo, 80% da potência consumida. Em um exemplo, se um servidor consome 200Watts, usando uma fonte 80plus, o consumo "no relógio" seria de 250W. Em fontes sem PFC e sem certificação, a eficiência energética fica próxima a 50% (chegando a 35% em fontes de baixa qualidade). Destarte, retornando ao exemplo de um servidor de 200W, se usada uma fonte de baixa eficiência (digamos, 50%), o consumo "no relógio" seria de 400W.

É uma economia substancial de energia, sem considerar a preservação dos componentes internos (os quais sofrem fadiga com a alimentação ineficiente e a elevada temperatura interna do chassis) e o consumo com refrigeração para suportar 50% de energia sendo dissipada na forma de calor!


Virtualização
Virtualização é a palavra da moda! Mas, diferente de outras tecnologias que geraram um buzz enorme e poucos benefícios trouxeram, virtualizar servidores é uma prática irreversível.
É preciso fazer uma análise profunda antes de "partir para a virtualização", mas os ganhos são perceptíveis a curto prazo. Melhor aproveitamento do hardware, redução com custos de gerenciamento e manutenção, facilidade de upgrade, simplificação de backup, etc. Ecologicamente falando (já que a postagem de hoje é sobre isso), ambientes virtualizados são muito mais eficientes térmica e energeticamente que seus ambientes de origem (sem máquinas virtuais).
Baixo consumo de energia

GED/EDM (Gerenciamento Eletrônico de Documentos)
Muitas empresas já transformaram seu "arquivo morto" em meio eletrônico. 
São toneladas de papel que deixaram de ser armazenadas por longos períodos e passaram a estar ao alcance de uma pesquisa.
Além da questão ecológica envolvida, o acesso imediato aos dados arquivados representa um ganho expressivo de produtividade. 
Um enorme passo foi dado pela própria Receita Federal, com a criação da Nota Fiscal eletrônica. Bancos seguem a mesma filosofia e já entregam boletos e comprovantes em formato eletrônico. Os imprime e arquiva quem quiser, mas é perfeitamente possível quitá-los e arquivá-los em formato digital. 
Um dos exemplos mais presentes no dia a dia de qualquer pessoa é o uso do e-mail. As informações trocadas são preservadas e consultadas em meio digital. Ninguém (ou poucos) preservam cópias físicas de mensagens importantes.
Referências de Consumo para Servidores Dual Xeon® E5-2600V4 Cottonwood Pass V4
Ensaios de Consumo
Para um planejamento e dimensionamento eficientes de consumo, refrigeração e dotação de ar-condicionado é essencial conhecer o consumo real dos equipamentos.
Para tal, dispomos de diversos ensaios de consumo realizados em nossos equipamentos:

Referências de Consumo para Servidores Dual Xeon® E5-2600V4 Cottonwood Pass V4
Referências de Consumo para Servidores Xeon® E3-1230V3 Rainbow Pass
Referências de Consumo para Servidores Xeon® E3-1200V2 Beartooth Pass
Referências de Consumo para Servidores Xeon® E3-1200 Sandy Bridge
Referências de Consumo para Servidores de Virtualização
Referências de Consumo para Servidores de Storage
Referências de Consumo para Servidores Xeon 7400
Referências de Consumo para Servidores Xeon 3400
Referências de Consumo para Servidores Xeon 5500
Referências de Consumo para Servidores Xeon 3300
Referências de Consumo para Servidores Xeon 5400

Visite Sinco.net

E-Book gratuito: Supercharging Hyper-V Performance, pela Altaro

Altaro E-book: Supercharging Hyper-V Performance

A Altaro disponibilizou a segunda edição do e-book gratuito Supercharging Hyper-V Performance, de autoria do consultor e professor Paul Schnackenburg.

A primeira edição já abordava técnicas  para otimização do ambiente Hyper-V sob Windows Server 2016 e, nessa segunda edição, já traz atualizações para o recente Windows Server 2019.

Conteúdo indispensável para administradores que buscam otimizar e incrementar a performance de seus ambientes Hyper-V.

Download em : https://www.altaro.com/hyper-v-backup/ebook/supercharging-hyper-v-performance-ebook.php#form-popup


 Altaro E-book: Supercharging Hyper-V Performance

Essa foi mais uma dica do parceiro Paulo Santanna: Altaro E-book: Supercharging Hyper-V Performance

Mais postagens sobre a Altaro:
E-Book gratuito: A Hyper-V First Aid Kit, pela Altaro
Altaro Hyper-V Backup com suporte ao Windows Server 2012 R2
Visite Sinco.net

Dia do Programador, o 256º dia do ano

13 de setembro - Dia do Programador

Em 13 de setembro é comemorado o Dia do Programador, o 256º dia do ano.

O número 256 (28) representa o número de valores distintos que podem ser representados com um byte de oito bits, além disso, 256 em hexadecimal é 100 ('0x100'), também sendo a maior potência de 2 abaixo de 365 (o número de dias do ano).

Cafeína
Verbete na Wikipedia: Dia do Programador
Curioso sobre a molécula que ilustra essa postagem? Clique aqui

Visite Sinco.net

ISPs regionais ultrapassam 2 milhões de conexões em fibra e detém 45% da base FTTH brasileira

ISPs regionais chegam a 2 milhões de conexões em fibra

Em 29 de agosto a Anatel divulgou o balanço com a evolução dos grupos SCM até julho/18 e os pequenos provedores regionais ultrapassaram a marca de 2 milhões de conexões em fibra, o que representa 45,2% de toda a base FTTH do mercado brasileiro.

Em números gerais (somando todas as tecnologias de conexão fixa) o mercado brasileiro de banda larga apresentou 30,545 milhões de acessos no início do segundo semestre, o que reflete um aumento de 9,50% no acumulado do ano.

Segmentando apenas a base de fibra no país o mês de julho fechou com 4,427 milhões de acessos, refletindo um crescimento de 7,14% no mês e 82,98% o acumulado anual.
FTTH é, inegavelmente, a tecnologia que mais cresce no mercado, mas ainda há muito espaço para expansão.

As conexões xDSL continuam representando o maior volume, com 12,789 milhões de acessos, mas vêm perdendo instalações a cada mês.
Em segundo lugar vêm as conexões Cable Modem, com um total de 9,275 milhões de contratos.

Os ISPs regionais ainda não ultrapassaram a Oi como o terceiro maior grupo porém, mantendo-se as tendências atuais, as linhas devem se cruzar entre os meses de setembro ou outubro desse ano.

Corte por velocidade

Corte por Velocidade
Outro indicativo que favorece o cenário atual da banda larga fixa é a segmentação por largura de banda.
Os recortes acima já demonstram que as instalações com 34Mbps ou mais já representam mais que os recortes 512Kbps e 512K~2Mbps somados.

O grande volume de contratos, com 59% de toda base instalada, ainda se consolida nas velocidades entre 2Mbps e 34 Mbps.

Horizonte
O acesso à internet no Brasil continua sendo puxado pelos pequenos provedores, o que fortalece o mercado, expande tecnologia e emprega mão de obra qualificada.
A tendência de crescimento das conexões FTTH é irreversível, já que representam 80% das novas instalações em banda larga.
Visite Sinco.net

Inverno ou verão... E a temperatura dos servidores...


 Inverno ou verão... E a temperatura dos servidores...

Já estamos quase fechando agosto e, analisando os 2 últimos meses de chamados ao suporte, constatamos que nenhum usuário abriu um chamado que fosse identificado como origem térmica.
Sejam beeps do servidor, alertas térmicos evidentes, ou a avaliação do nosso atendimento técnico (com base na anamnese), simplesmente nenhuma ocorrência.


 Inverno ou verão... E a temperatura dos servidores...  Inverno ou verão... E a temperatura dos servidores...

Ok, mas... Qual a relevância disso para o MEU servidor?
Acreditamos que precisávamos dividir essa informação com nossos usuários para alertá-los para o fato de que um servidor não pode alarmar no verão e NÃO alarmar no inverno! Afinal, se o seu datacenter, CPD ou sala de servidores possui temperatura controlada, essa temperatura será sempre a mesma (internamente), seja inverno ou verão.

Não importa se os termômetros de rua estão marcando +42º em janeiro ou -3º em julho! Dentro do datacenter a temperatura será sempre a mesma (variando conforme a possibilidade de cada um, em geral, de +16º a +25º).

Reforçamos: Se hoje seus servidores estão estáveis e sem alarmes, no verão eles tem a obrigação de estarem na mesma temperatura! Não importa se é verão.



Inverno ou verão... E a temperatura dos servidores...

Melhorar a refrigeração do Datacenter ou CPD... A hora é agora!
Todavia... Se os seus servidores apresentaram alertas térmicos durante o verão e hoje estão estáveis, esse é um indicativo de que, no verão, seus sistemas de refrigeração não foram suficientemente dimensionados para as necessidades térmicas da(s) sala(s) de servidores.
Aproveite essa época de temperaturas mais baixas para providenciar melhorias nos sistemas de refrigeração do seu datacenter, CPD ou sala de servidores.
Com temperaturas naturalmente mais baixas é bem mais simples desligar alguns sistemas para realizar melhorias, troca de aparelhos, manutenção, desobstrução, recargas, etc.
Até setembro é bem provável que seus servidores continuem com temperatura favorável. Não espere a chegada da primavera para voltar a receber alertas térmicos, nem a chegada do verão para sofrer desligamentos por precaução de limite de temperatura atingida!



Visite Sinco.net

15 de Agosto: Dia Mundial da Informática

Dia da Informática

Em 15 de agosto profissionais da tecnologia de todo o mundo celebram o Dia da Informática.
A data marca o dia em que John Eckert e John Mauchly apresentaram o ENIAC, aquele que seria o primeiro equipamento eletrônico chamado de computador no mundo.

Acrônimo de Electronic Numerical Integrator Analyzer and Computer, o ENIAC tinha capacidade de processamento de 5 mil operações por segundo, possuía 17.468 válvulas termiônicas, pesava aproximadamente 30 Toneladas e consumia 160KWH!

15 de Agosto: Dia Mundial da Informática

Visite Sinco.net

Intel comemora 50 anos de fundação (18/Jul/2018)

Intel completa 50 anos

Robert Noyce e Gordon Moore fundaram a Intel em 18 de julho de 1968 com um propósito: descobrir o que poderia ser possível. Imaginar, questionar e realizar coisas maravilhosas que ajudassem a criar futuro melhor.

O 50º aniversário representa a oportunidade de celebrar a herança da Intel e mirar no que está por vir. A Intel está construindo o futuro com as tecnologias que inventa para que as pessoas possam ter experiências antes inimagináveis.


 Intel 50 anos
Visite Sinco.net