Dica: Não bastam memórias com ECC para um servidor suportar ECC

Memórias Kingston
Frequentemente notamos usuários confrontados com uma especificação de "Servidor" onde há conflitos técnicos entre memórias ECC e processadores domésticos das linhas Intel® Core i5 e Core i7.
É importante salientarmos que o recurso de ECC (Error-correcting code) depende da combinação de 3 fatores: Memórias ECC combinadas com processador(es) e chipset com suporte a ECC.

Logicamente os módulos de memória precisam ter suporte a ECC, mas isso não assegura que o servidor suporte esse recurso (pré-requisito em diversos sistemas e aplicativos).

Todas as linhas de processadores Intel® Xeon® suportam ECC, em contrapartida, nenhum dos processadores Intel® Core i5 ou Core i7 suporta! Assim sendo, mesmo que os módulos de memória tenham o recurso ECC, ao instalá-los em um equipamento com processadores Intel® Core i5 ou Core i7, o recurso NÃO será habilitado e/ou suportado.
Recordando que o equipamento funcionará normalmente com memórias ECC instaladas, apenas não habilitará a função, ou seja, o usuário instalou memórias ECC, mas elas estarão operando SEM ECC.

Finalmente, havendo a combinação de memórias com ECC e processadores Intel® Xeon®, o terceiro ingrediente se faz necessário: o chipset.
Chipsets de servidor estão presentes nas ServerBoards originais Intel® e suportam o recurso ECC. Já em chipsets desktop, o recurso NÃO é suportado!
Como diversos modelos de placas DESKTOP suportam os processadores Intel® Xeon®, é possível que um usuário instale memórias COM ECC e tenha um processador que suporte-as (como o Xeon®), todavia, como o chipset é DESKTOP, novamente o recurso NÃO será habilitado.
Mais uma vez o usuário instalou memórias ECC, mas elas estarão operando SEM ECC.

Intel® C206 Chipset para Xeon® E3-1200V3

Simulação: A importância de memórias ECC em servidores

Para demonstrar a importância de módulos de memória com suporte a ECC (Error-correcting code) a Intel® modificou um módulo de memória ECC, adaptando um botão que interromperia o tráfego de dados, permitindo que um erro ocorresse a cada vez que o botão fosse acionado.

No vídeo abaixo o teste é realizado com a mesma configuração (placa-mãe, fonte, disco e a memória modificada), alterando apenas o processador. Ora com um processador da linha Core (o qual NÃO suporta ECC), ora com um processador Xeon (o qual suporta ECC).
Na demonstração é perceptível a importância de memórias ECC em servidores, mantendo o servidor em operação, mesmo diante de diversas falhas de memória!



Sobre ECC: A importância de memórias ECC em servidores

Um comentário:

  1. Excelente postagem! Informação muito útil.

    ResponderExcluir